27 março 2019

27 março 2019

As diferenças entre o Ensino Médio e a faculdade


O momento da aprovação na faculdade é marcado por alegrias e muita expectativa. A vida de colégio finalmente se encerrou e, agora, é momento de encarar novos desafios. Então, que tal descobrir quais são as principais diferenças entre esses dois mundos e aprender como aproveitar o melhor da experiência?


Uniforme

Uma das grandes mudanças é o jeito de se vestir. Na escola, é quase impossível colocar sua personalidade na vestimenta, uma vez que todos devem seguir o mesmo padrão. Já na faculdade, há mais maleabilidade e as pessoas podem se expressar.


Amizades

No colégio, há uma grande separação entre as classes de cada série. Na faculdade, isso muda completamente. Pessoas de outros cursos, outros períodos e até outras unidades se conhecem com mais facilidade, possibilitando um grande intercâmbio de informações.


Autonomia

A rigidez com as normas existente na escola não se aplica na faculdade. Há mais liberdade desde o aprendizado até a convivência no campus. Você pode, por exemplo, escolher algumas aulas eletivas e, muitas vezes, até fazer seu cronograma de estudo.


Aulas

Na faculdade, o conteúdo não é tão mastigado quanto na escola. Os professores universitários são apenas parte do aprendizado, uma vez que cada aluno é responsável por criar seu próprio banco de referências. Eles podem - e devem - dar conselhos, mas, ao final, quem garante o conhecimento é você.


Relação com os professores

Os professores da faculdade são, em geral, extremamente aplicados na matéria que lecionam. Por isso, além das aulas terem um teor mais prático, muito provavelmente elas serão diferentes do formato escolar. Não se assuste! Com o tempo, você vai pegando o jeito de cada um deles, sabendo o que funciona para estudar a matéria e, quem sabe, construindo uma amizade!


Material

Enquanto na escola é fundamental ser extremamente organizado com seu material, as coisas não são bem assim na faculdade. Você quase não usará cadernos, a maior parte dos professores vai sugerir partes de livros ou artigos. O ideal é esperar as aulas começarem e entrarem no ritmo para comprar o que é necessário.


Vivência do campus

Estar na faculdade é uma experiência única. Aproveite todas as atividades extras, palestras, aulas, centros acadêmicos e grupos que puder! É uma grande vantagem estar em um ambiente com tanta troca cultural, estar aberto às informações pode ser decisivo na criação do ser humano e do profissional que você quer ser.

Leia Mais >>

20 março 2019

20 março 2019

Estudando por redes sociais


Parte do momento de descanso de muitos estudantes, as redes sociais também são ferramentas de aprendizado. Seja para compartilhar informações, assistir conteúdos específicos de ensino ou relembrar uma matéria, um tempo na internet pode realmente ser a diferença. Confira maneiras de otimizar seus estudos:


1. Utilize o potencial de cada rede

Cada plataforma tem sua característica específica: o Facebook, por exemplo, deixa você compartilhar e salvar diversos tipos de mídia. Encontrando o que cada uma delas faz melhor e trocando experiências, dá para encontrar diversas páginas específicas de estudo, participar de discussões e conhecer outros estudantes de cursos relacionados.


2. Seja organizado com o tempo


É muito fácil se perder no que está fazendo e acabar se distraindo. Evite esse tipo de procrastinação! Encare esses momentos como estudo e mantenha-se concentrado. Desse jeito, a hora de estudo não se esgota e o descanso fica mais prazeroso.


3. Esteja sempre aberto a dicas


Conversar sobre essa tática com seus colegas e professores pode garantir boas dicas. Compartilharam algum conteúdo interessante? Lembre-se de repassá-lo. Afinal, a gentileza tem que ser recíproca. Tente dividir suas experiências nesse sentido para que o conhecimento seja cada vez mais acessível.


4. Tenha cautela com suas fontes

Com tantas páginas e canais falando sobre os mais diversos assuntos, é possível encontrar gente mal-intencionada. Por isso, na hora de estudar, separe um momento para checar os links e documentos, garantindo a veracidade de suas descobertas.


5. Interaja e faça perguntas


A conectividade torna a comunicação muito mais eficaz! Aproveite as conversas e discussões que a internet possibilita para expandir seu conhecimento.

*Você parou de me seguir?


O que você faz para estudar? Conta para gente!
Leia Mais >>

07 março 2019

07 março 2019

A criatividade em todas as coisas

Estimular a criatividade é algo necessário em todos os aspectos da sua vida. Seja no trabalho, na faculdade, em questões pessoais ou em situações inesperadas, estar preparado para superar os desafios de uma maneira inteligente pode te salvar de muitos problemas.
E a criatividade - não um dom, mas a habilidade humana de inventar - pode ser despertada e praticada, sendo uma capacidade em constante desenvolvimento. Confira dicas para estimular sua mente.



1. Mantenha sua mente constantemente estimulada

Por mais corrida que seja a rotina, fazer algo diferente é necessário para manter a criatividade. Qualquer pequena mudança no cotidiano pode trazer um novo referencial, uma nova perspectiva. Fazer as tarefas do mesmo jeito sempre te impede de reinventar.

2. Encare tudo como referência


Uma exposição de arte, reler seu livro favorito, ouvir uma playlist diferente: tudo o que você faz pode ser base para novas ideias. Esteja aberto a todas as experiências e faça o exercício de criar algo baseado nelas.

3. Foque, mas saiba o momento de voltar sua mente para outro lugar

Depois de se atentar ao redor e absorver o máximo de informações possíveis é importante deixar o pensamento solto. As melhores ideias podem surgir desse momento!

4. Não se contente com a primeira ideia

Por mais maravilhosa que ela pareça, force um pouco mais sua criatividade. Descubra por quais caminhos sua ideia pode te levar e tantas outras soluções que podem ser exploradas.

5. Se permita aprender

Reinventar não é fácil e o caminho para as melhores ideias é construído sobre *muitas* ruins. Analise e aprenda com seus erros, eles são oportunidades de ser melhor. Não cobrar perfeição é fundamental para o bom andamento do trabalho.

6. Quando estiver confortável com suas ideias, compartilhe

Alguém com a visão de fora pode te ajudar a encarar a situação de outro jeito. Converse com pessoas de diferentes contextos e ouça o que elas dizem, até as críticas são bem-vindas!



Qual é seu processo para sair de bloqueios criativos? Conta pra gente! :)
Leia Mais >>