26 julho 2018

26 julho 2018

Acordar cedo não precisa ser um problema

Depois de um dia cheio de estágio, faculdade e afazeres de casa, o seu único destino, chegando em casa, deve ser a cama. Ou não? Para muitas pessoas, dormir cedo não é tão simples quanto parece. Para os notívagos, é aí que a "magia" começa a acontecer… Mas como pode acordar no dia seguinte?
Sabendo da dificuldade de não um, nem dois, mas de milhares de estudantes, trouxemos dicas para as primeiras horas do dia. Espreguice, alongue o corpo, lave o rosto. Vamos começar!

Controle sua luminosidade

Mesmo quando estamos com muito sono, não conseguimos dormir por um simples motivo: presença de luz. Isso acontece na hora de acordar também! Quanto menos iluminação você recebe pela manhã, mais seu corpo entende que é necessário continuar descansando. Por isso, fique longe da TV e do celular durante a madrugada e abra o máximo de janelas quando acordar!

Programe seu alarme

Para uma boa noite de sono e para acordar com o corpo revigorado, são necessárias de 7 a 9 horas de sono por dia. Muitos dias, sabemos que isso não é possível, mas o ato de dormir e acordar em diferentes horários a cada dia pode atrapalhar os ciclos de seu corpo. O ideal é, no mínimo, acordar todos os dias no mesmo horário. Assim, seu corpo criará um padrão e não te deixará na mão com insônias, indisposições, entre outros.

Cancele a soneca e a "soneca"

Temos dois grandes inimigos do sono: o botão “soneca” do celular e o descanso da tarde. Se você já teve algum problema com falta de sono ou ansiedade, os dois podem piorar esse quadro. O primeiro, por exemplo, não permite que seu cérebro desperte. É recomendado colocar, no máximo, dois despertadores caso a primeira tentativa falhe. Já o segundo, quebra o padrão de descanso do seu organismo. Melhor evitar, né?

Relaxe seu corpo

São diversas as maneiras de relaxar seu corpo e prepará-lo para um sono tranquilo. Meditação, respiração, um banho quente, música ou até alguns vídeos no Youtube podem ajudar (os chamados "ASMR"). O importante é mandar uma mensagem para seu cérebro avisando que é hora de "desligar"; não ver mais um episódio ou pesquisar algo pra faculdade.
Essas foram as nossas dicas. Se a dificuldade persistir, recomendamos visitar um médico, sempre! Do contrário, o stress da rotina e as tarefas da facul podem, sim, afetar o desempenho do seu sono… Por isso, fique de olho. :)