27 fevereiro 2018

27 fevereiro 2018

Os erros do currículo

Os dias que antecedem uma entrevista de emprego são marcados por muita ansiedade. O nosso psicológico (e, talvez, insegurança) tende a prever as piores hipóteses: pensamos que vai começar a chover na hora de sair de casa e molhar toda a roupa, que vamos gaguejar ao falar com o entrevistador ou que o café pode cair em cima do currículo.

É exatamente sobre esse último ponto que iremos falar hoje... Não sobre o café, mas o currículo e os "defeitos" que devemos evitar na hora de montá-lo. Então, já abre o arquivo pra poder dar uma corrigida ou conferir que está tudo certinho!

Selfie? Sai pra lá!



O começo do currículo precisa ter a sua apresentação profissional com nome completo, idade, e-mail, endereço, número pra contato... Mas, se você não trabalha com a sua imagem (sendo modelo, por exemplo), não precisa colocar uma foto sua: nem selfie, nem 3x4, nem foto do almoço de família no domingo. Isso não é relevante para a vaga. Combinado?

Não sei fazer isso, mas eu posso aprender!



Não precisa se envergonhar se você não possui um determinado tipo de conhecimento. Às vezes, isso não é o que mais importa para ser contratado. Por isso, não é necessário colocar no currículo as habilidades que ainda não tem experiência. Mas, na entrevista, deixe claro que está disposto a aprender e dar o seu melhor no novo desafio.

Sair do emprego é normal, se explicar no currículo não.



Confusões ou intrigas dentro da antiga empresa e qualquer outro tipo de problema não são nem um pouco cabíveis dentro do currículo. O porquê de você ter deixado seu antigo emprego ou de estar procurando um novo pode ser comentado na entrevista, se o recrutador perguntar. ;)

Entre 500.000,00 e 1.000.000,00



Calma, calma, calma! Não vamos colocar o burro na frente da carroça. Pensar em quanto você quer receber é muito normal, todo mundo faz isso. Você só deve especificar a sua pretensão de salário quando for um requisito da vaga. Nesse caso, é importante que o valor seja compatível com o seu nível profissional (estagiário, junior, pleno ou sênior) e com os valores de mercado. Geralmente, o cargo já possui um teto salarial.


Então, é isso! Essas foram algumas dicas para não pisar na casca de banana no momento de fazer seu CV e dar aquele leve deslize nas informações. Nossas próximas palavras são de incentivo e torcida: boa sorte!
Leia Mais >>

23 fevereiro 2018

23 fevereiro 2018

5 dicas para se dar bem nas entrevistas de 2018

Uma das etapas mais angustiantes na busca por emprego é a entrevista. Só de imaginar já bateu um frio na barriga aí? Vamos acabar com esse medo com algumas dicas que só uma amizade sincera pode dar. Tá com o bloquinho em mãos? Então, anota ai!

“Meu currículo está em branco, o que eu coloco?”



Nunca trabalhou? Calma! Isso não será um problema: todo mundo tem a sua primeira vez. O importante é ser transparente, não mentir e mostrar muita força de vontade. Deixe claro que está disposto a aprender e, se tiver alguma familiaridade com alguma das funções da vaga, por que não colocar no CV? Também vale mostrar suas ambições e aonde quer chegar. Não desanime de se candidatar à uma oportunidade que você se identificou pelo fato de não ter experiência. Combinado?

A cereja do bolo: você



Sempre leve a conversa da entrevista para um lado positivo, mostrando suas melhores intenções como futuro colaborador da empresa. Não deixe de contar suas experiências que julga mais valorosas: tanto profissionais como acadêmicas ou até mesmo uma viagem que acrescentou muito para a sua vivência, idioma e bagagem cultural. Lembre-se: é a sua oportunidade de "vender seu peixe" - ou suas habilidades. Com sinceridade, mostre que você deu match com a vaga!

Internet: sua aliada ou inimiga?



Vivemos em tempos que a internet já nasce grudada com os bebês (nasceu, tirou uma selfie!) e estamos costumados a postar absolutamente tudo o que fazemos, em todos os lugares e a todo o momento. Mas, vale tomar um cuidado especial com o que você expõe nas suas redes sociais sobre a sua vida (pessoal e profissional). Algumas empresas costumam procurar e estudar o perfil de seus candidatos.

Mentira tem perna curta



Poucos são loucos o suficiente para inventar um currículo sem ao menos ter vivenciado as experiências que escreveu ou aumentar uma coisinha aqui e outra ali só para obter alguma vantagem. Não seja essa pessoa! Isso é muito grave e arriscado. Seja você mesmo, use a verdade ao seu favor. Lembre-se que os recrutadores também têm experiência em identificar perfis com informações falsas. Ah! E quando notam transparência e sinceridade diante de situações desfavoráveis na entrevista, é ponto positivo para o candidato. ;)

Vamos falar de coisa boa, vamos falar de benefícios


Se o recrutador não pediu a sua pretensão salarial junto com o currículo, a entrevista é um bom momento para esclarecer esse tópico. Você pode iniciar o assunto de duas maneiras: perguntando se a vaga já tem um valor estabelecido para o salário ou comentando que tem um valor de oferta. Ah! Também é importante perguntar sobre outros benefícios: vale-refeição, vale-alimentação, vale-transporte, plano de saúde, academia… Bom, essa é a hora para deixar tudo claro!

Bom, agora já pode respirar fundo e ficar mais aliviado, né? Encare seus desafios profissionais mostrando maturidade e segurança. Na próxima vez que ficar cara a cara com o entrevistador, seja otimista e acredite: você pode conquistar essa vaga!
Leia Mais >>

09 fevereiro 2018

09 fevereiro 2018

Redes sociais ajudam ou atrapalham no processo seletivo?

A internet é linda, não é? Curtir, compartilhar, cutucar e outras inúmeras coisas que você pode fazer nas redes sociais. Mas, cuidado com o que você faz porque algumas empresas vasculham os perfis na hora de contratar. Vamos te ajudar com algumas dicas: se liga aí!

“Lá era tão ruim”


Críticas existem, mas postá-las nas redes sociais pode prejudicar você no futuro. Melhor não mencionar os nomes de colegas ou empresas.

“Não é por nada, mas eu acho que...”


Publicar sua opinião sobre assuntos diversos é muito legal, mas evite se envolver em polêmicas.

“Esse trânsito, essa chuva, esse tudo...”


Engarrafamento é chato, se arrumar pra sair e começar a chover também, mas ficar reclamando recorrentemente sobre tudo nas redes sociais pode gerar uma imagem negativa sobre a sua personalidade.

“Pra mim fazer sucesso”: ERROR


Gírias e abreviações são costumeiras na internet, mas não se esqueça que o domínio do português é importante e erros gramaticais básicos podem causar mal entendimento, além de possíveis prejuízos na fase de seleção.

Curtiu as dicas? Agora é com você! E tá liberado compartilhar esse post com os amigos nas redes sociais. :D
Leia Mais >>