22 setembro 2017

22 setembro 2017

Mindfulness: medite e melhore seu foco

Você já deve ter ouvido falar do estilo de meditação Mindfulness. Hoje em dia, cada vez mais estudantes e profissionais encontram na prática o que precisam para completar a rotina. Com essa popularização, algumas dúvidas surgem. Vamos te explicar tudo aqui. Preparado? Respire fundo!

O que é?

O termo, que também é conhecido como "atenção plena", representa a prática da paciência, do foco e da atenção com exercícios de respiração e sensoriais. A técnica (ou estado de espírito) treina seu cérebro para ser mais consciente de emoções e estados físicos, livre de julgamentos e de opiniões.

Como fazer?

  1. Pare o que estiver fazendo e leve a atenção para sua respiração, para os sons e cheiros ao seu redor. Perceba o movimento de inspiração e o efeito dele sobre seu corpo, assim como o que acontece quando você expira.
  2. Agora, leve seu foco para cada parte do seu corpo: a sensação das roupas em sua pele, as tensões, as partes relaxadas e outros.
  3. Depois, tente nomear o que estiver sentido sem julgamento: "me sinto cansado", "percebo uma irritação", ou seja, fatos separados e analíticos!
  4. Ao ter consciência de como e onde você está, conecte-se ao momento presente e não tente alterá-lo: aceite como está, sem julgamentos ou comentários.

Por quê?

É normal perdermos a concentração facilmente. Basta um assunto que não nos interesse ou que encontramos uma barreira para que, automaticamente, nosso cérebro mude de canal, focando em outra atividade, como checar seu celular e as mensagens nas redes sociais.

Se você se propor a prestar atenção apenas em sua respiração, por exemplo, por menos de 2 minutos, é provável que perceba diversos assuntos vindo à tona, te desconcentrando de seu objetivo: inspirar e expirar. Com a Mindfulness, por exemplo, é importante aceitar tais pensamentos e deixar eles irem embora, voltando sua concentração para o que importa.

O objetivo da prática é ajudar cada pessoa a se reconectar com o presente e com as atividades reais, sem dividir sua proatividade em dois, três ou quatro focos diferentes.

Quais são os benefícios?

O ato de praticar de uma a três vezes, todos os dias, ajuda a melhorar a memória, a produtividade, reduz o estresse e a ansiedade, melhora a imunidade e a consciência emotiva, além de aumentar a criatividade. Já foi comprovado que universitários praticantes do Mindfulness têm um desempenho muito melhor nas aulas, aprender o conteúdo e solucionar questões, tudo graças ao treinamento da mente.

E aí, curtiu? Nosso desafio para você é tentar: estipule um tempo de prática no meio do seu dia e investigue a si mesmo. Vale a pena!