28 novembro 2016

28 novembro 2016

5 Situações que Apenas Formandos Entendem

Algumas verdades não podem ser ignoradas: quando é chegada a hora de um estudante se formar, seu ponto de vista muda.

Por mais positivo que seja o final de um ciclo e o ingresso à vida profissional, é impossível ignorar como sua visão de mundo pode mudar em alguns anos. Veja as cinco situações que só os formandos entendem bem:

1- Olhar para os calouros de uma nova maneira
Antes eram os integrantes mais divertidos dos corredores. Depois, alegres demais para uma faculdade. Agora, em seu último ano, a felicidade é contagiante: você se recorda de como era estar apenas começando o curso superior, cheio de expectativas e sonhos… Será que imaginam os desafios que enfrentarão pela frente?

2- Entregar o TCC com louvor

Só aqueles que já passaram noites em claro escrevendo, pesquisando e corrigindo um trabalho de conclusão de curso sabem a mistura de sentimentos que acompanham a entrega do TCC. É alívio e ansiedade, felicidade e tristeza e, principalmente, vitória.

3- Aproveitar as pequenas coisas

São diversos convites recusados, fins de semana curtidos embaixo das cobertas e horas de sono mais longas. Depois de tantos anos de esforço, a faculdade te ensinou a aproveitar mais os pequenos momentos, as refeições feitas em casa e o conforto de uma noite de descanso.

4- Deixar a nostalgia te invadir

Cada foto, uma memória diferente. É comum você encontrar outros formandos juntos revisitando tudo que já passaram juntos, então, sem medo da nostalgia! Ela é importante para mostrar o que realmente importou durante a universidade. Abrace esse sentimento e mergulhe até o fundo junto dos amigos!

5- Dizer adeus nunca foi tão difícil

Quantas vezes você quis desistir, não ir a aula ou talvez até mudar de curso? São tantos obstáculos que você, provavelmente, não se imaginou chegando até aqui. Tome seu próprio tempo para despedir-se da faculdade. Relaxe!

É, formando, tudo acontece como é para ser. Você tem uma incrível jornada pela frente e está apenas começando. Está preparado?

Fonte das imagens: Giphy
Leia Mais >>

22 novembro 2016

22 novembro 2016

4 Dicas para Planejar Sua Carreira

Um dia, você tem 5 anos e está brincando de ser médico, advogado, professor, artista. No outro, está formado, com o diploma em mãos, pronto para arriscar-se pelo bem dos seus sonhos. Com o final de um ciclo, é comum se sentir perdido: por onde começar? Continuar a carreira acadêmica ou jogar-se no mercado de trabalho? Será que essa é a profissão certa?



Uma maneira de acalmar essas incertezas é criar um plano com seus objetivos profissionais: um plano de carreira. Veja 4 dicas para planejar os próximos passos em sua vida sem se descabelar no processo!

1. Busque sua felicidade


Diferente do que seus pais, chefes e amigos esperam de você, tente imaginar-se daqui a 5 anos, sem restrições ou obrigações. Como você se vê? O que te faria realmente feliz? É a partir dessa resposta que seu plano de carreira deve ser traçado, mesmo que isso signifique estudar um pouco.

2. Estabeleça um objetivo
Legenda: “Eu quero ganhar um milhão de dólares”

Sem um objetivo, não há plano. Você precisa saber exatamente aonde quer chegar e o que te guia até lá. Não importa qual seja seu sonho (tornar-se gerente, construir sua própria companhia, comprar uma grande empresa); sabendo qual é o foco, você traçará os próximos passos ao redor desse objetivo.

3. Não esqueça suas habilidades



Não é só de indicações que se faz um bom funcionário. Tenha em mente todas as habilidades que agregam seu currículo profissional e como isso pode ajudar em sua carreira: boa fala, planejamento, facilidade com softwares... Além disso, é sempre bom ter em mente o que ainda precisa ser trabalhado!

4. Ganhe experiência


Hora de rechear seu repertório. Leia livros sobre assuntos diferentes, viaje para lugares inusitados, converse com pessoas de círculos diferentes do seu. Saber o que outros fazem pode te ajudar muito em suas próprias descobertas. O mundo é maior do que imaginamos!

Agora, junte todas as informações e monte suas metas para os próximos anos. O processo é, muitas vezes, difícil, confuso e revelador, mas é importante para sua carreira. Não tenha medo de fazer aquilo que realmente tem vontade. Aproveite, formando, e parabéns por essa vitória! :)

E aí, gostou? Compartilhe com todos os amigos que estão no fim dessa jornada como você!

Fonte das imagens: Giphy



Leia Mais >>

21 novembro 2016

21 novembro 2016

Você é Vespertino ou Matutino? Descubra!

Parece comum na rotina do universitário morrer de sono durante as aulas ou se sentir mais produtivo antes de dormir.



Isso tudo acontece porque cada pessoa tem seu próprio ciclo circadiano, ou seja, um relógio biológico que regula nosso organismo e os picos de energia. A luz, a temperatura e outros fatores influenciam quais horários serão de descanso e quais não serão. Dessa forma, algumas pessoas são consideradas vespertinas (com picos energéticos no período da noite) e outras matutinas (com melhor desempenho pela manhã). Que tal descobrir o seu?

Ciclo Matutino

Essas pessoas são muito conectadas com o sol e sua energia. Por isso, mesmo sem compromissos ou despertadores, acordam no horário habitual naturalmente, sem esforço. Costumam ser produtivas logo de manhã, realizando melhor suas atividades nesse período, indo dormir relativamente cedo (ou dando prioridade às 8h de sono). Se você se identificou com esse estilo de vida, sua melhor alternativa é estudar em uma turma pela manhã e não ultrapassar seu horário de sono.

Ciclo Vespertino

Estes são aqueles que viram a madrugada sem esforço algum e só acordam com um despertador. Os vespertinos têm seu pico de energia mental e física quando o sol se põe, do fim da tarde até a noite. Preferem dormir até tarde e realizar tudo que precisam de noite: estudos, trabalhos e até atividades físicas. O estudante vespertino pode melhorar seu rendimento na faculdade procurando uma turma noturna e dividindo sua carga de trabalho pelas noites disponíveis, assim como ficar de olho em um trabalho que não comece muito cedo.

E aí, descobriu seu melhor ciclo? Se esse post te ajudou, compartilhe com seus amigos!

Fonte das imagens: Giphy
Leia Mais >>

07 novembro 2016

07 novembro 2016

5 Dicas para Fechar o Ano com Boas Notas

Todo ano acontece a mesma coisa: os últimos meses do semestre são um verdadeiro embolado de datas, trabalhos, provas e correria. Sempre tem aquela matéria na corda bamba, aquela disciplina perto de estourar em faltas ou aquele seminário que você já devia ter terminado, mas nem começou.



Mas, como tudo, existe um lado bom: o ano está acabando! E essa é sua última chance de fechar o semestre com chave de ouro. Prepare-se para aplicar essas 5 dicas em sua rotina e garantir férias tranquilas:

1- Organize o calendário de provas e trabalhos

Confira as datas de entrega de todas as provas, trabalhos e seminários marcados para esse fim de ano e crie seu próprio calendário. Você pode agendar em seu celular para receber avisos antecipados dos compromissos ou até manter uma lista semanal de tarefas.

2- Foque nas matérias em risco

Sabe as disciplinas que você não deu muito atenção durante o ano, aquelas mais difíceis, que ficar na média parecia lucro? Foco nelas! Pior do que se esforçar para passar nas provas é ter que repetir toda a matéria no ano seguinte :P

3- Evite faltar nas aulas


Parece que ao passar dos meses, sua cama se torna cada vez mais confortável: o cansaço do ano inteiro pede por mais uns minutinhos de sono. Controle seu número de faltas, universitário! Ninguém quer correr o risco de extrapolar em faltas. Cheque os números e atenha-se as aulas. O mantra é: “tá acabando, vem férias!”.

4- Peça ajuda aos amigos

Nunca é tarde para pedir uma ajudinha de quem manja mais da vida acadêmica. Precisa passar em uma prova, entender um trabalho, criar um seminário? Peça ajuda! Sempre existe aquele amigo no seu grupo que entende melhor um assunto ou já passou em uma aula.

5- Não desista!

Como dizem atualmente: foco, força e fé. Você já está tão perto do final! Um pouco de esforço e suas férias estão garantidas. Nada de desistir agora, universitário. :)

#Partiu finalizar o semestre? Compartilhe com os amigos que, assim como você, mal podem esperar pelo fim das provas :P

Fonte das imagens: Giphy


Leia Mais >>

03 novembro 2016

03 novembro 2016

5 Sentimentos de Quem Ama o Curso que Escolheu

Você já deve ter ouvido falar que todo mundo, sem exceção, tem um propósito na terra. Alguns já nascem com talento, outros desenvolvem uma habilidade e existem aqueles que se esforçam muito para encontrar algo em que acreditem.



Aí vem a escola, os cursos livres, e de pouquinho em pouquinho cada um descobre o que mais gosta (ou gostaria) de fazer para a vida. Entre exatas, humanas, biológicas e todas as profissões que entram nessas categorias, as opções são diversas! E encontrar aquela que te completa faz da experiência universitária muito melhor. Existem 5 sentimentos que só quem se encontrou na própria graduação consegue descrever:

1- Motivação para seguir seu sonho

Sabe esse papo de ser difícil acordar de manhã ou ter preguiça de ir pra aula? Difícil. Por mais que a cama esteja confortável, saber que a cada aula você aprenderá mais e mais sobre o que tanto gosta faz todo esforço valer a pena.

2- Surpresa pelas descobertas a cada matéria

Fáceis ou difíceis, descobrir todas as disciplinas que integram seu tão sonhado curso é, no mínimo, fascinante. Você pode não entender muito bem como tudo se conecta no futuro, mas as dificuldades não te desanimam. Aquelas informações, com certeza, serão bem-vindas!

3- Admiração pelos professores


Mestres e doutores passarão pelas salas de aula e você ficará admirado com a quantidade de conhecimento que possuem. Não vai demorar muito para procurar os livros que já publicaram, stalkear pela internet e até se imaginar no lugar deles.

4- Inspiração para realizar suas metas

Desde a primeira aula, você não para de se imaginar formado, atuando na área que ama: como será o dia-a-dia, suas metas e até o cartão de visitas. Não demora muito para sair à procura de um estágio, só para não perder tempo fora do mercado de trabalho.

5- Felicidade por ter encontrado seu lugar


As inúmeras conversas com profissionais formados e as consecutivas aulas dão a certeza de que você fez a escolha certa. Todos começam a dizer o quanto você combina com seu curso e como eles já sabiam que você daria certo naquilo, pois conseguem ver como a graduação te faz bem.

Se você também tem um caso de amor com o curso que escolheu, compartilhe esse post e inspire seus amigos :)

Fonte das imagens: Giphy
Leia Mais >>