02 março 2015

02 março 2015

Atenção às novas regras de avaliação!

Já está por dentro das novidades deste ano? Com o início das aulas, saiba tudo sobre os novos critérios de avaliação acadêmica da graduação presencial para começar o semestre letivo com o pé direito. As regras foram aperfeiçoadas para potencializar ainda mais a qualidade do ensino e a formação dos futuros profissionais. Estes critérios de avaliação serão válidos a partir deste ano, porém, as disciplinas reprovadas em 2014 terão a forma de avaliação do ano passado. Confira como funcionará daqui pra frente e esclareça suas dúvidas. Vamos lá ;)

Arredondamento de média
Nos anos anteriores, eram atribuídas notas de 0 a 10, com variações de 0,5 ponto superior, incluindo os arredondamentos da média final, independente de quantos fossem os décimos ou centésimos encontrados. A partir de 2015, o arredondamento será aplicado para a casa decimal mais próxima. Por exemplo, se a nota foi 4,65, arredonda-se para 4,7, e não mais para 5,0. Mas, importante: as notas de aproveitamento continuam sendo de 0 a 10, ok?!

Avaliações em geral
Nos outros anos, as atividades avaliativas tinham peso 8 no primeiro bimestre e as outras formas de avaliação (ATPS) pesavam 2. No segundo bimestre, a prova oficial tinha peso 7 e as outras formas avaliativas tinham peso 3. A partir deste ano, as atividades do primeiro bimestre mantêm seus pesos (8 e 2, respectivamente), e, no segundo semestre, elas se igualam.

A prova oficial agora terá peso 8 e a ATPS peso 2. Semestralmente, os pesos das avaliações não mudam. Antes, o primeiro bimestre tinha peso 4, e o segundo bimestre tinha peso 6. Estes números permanecem os mesmos.

Aprovação da disciplina
Em 2014, os alunos que tivessem média final igual ou superior a 5,0 (inteiros) eram aprovados na disciplina. A partir de 2015, os alunos serão aprovados se obtiverem média final igual ou superior a 6,0 (inteiros). As provas substitutivas continuarão com as mesmas regras atuais de aplicação.

Frequência
Agora, os alunos com frequência inferior a 75%, que não estiverem assegurados pelo Art. 59 das normas acadêmicas, serão reprovados por falta e deverão cursar integralmente a disciplina, nas turmas já constituídas. O Regime de Dependência e Recuperação (RDR), antes aberto para todos os alunos, apenas será ofertado aos graduandos com reprovação por nota no novo sistema.

Ainda com dificuldades para entender as mudanças nos critérios de avaliação? Fique tranquilo, nossos coordenadores e professores estarão disponíveis para explicar tudo para você, de forma bem detalhada! Toda boa sorte do mundo nesse início de jornada e conte com a gente para o que precisar.

*Importante dizer que as novas regras não se aplicam aos cursos da Anhanguera-Uniderp.