30 outubro 2014

30 outubro 2014

Qual o momento certo de pedir aumento?


Você trabalha em uma mesma empresa já há algum tempo, tem tido um bom desempenho e está sempre pronto para assumir novos desafios! Ótimo, você parece ter o perfil de um profissional nota 10! Mas, e o tão merecido aumento de salário?

Bom, se você faz parte do grupo das milhões de pessoas que tem dificuldades em fazer esse pedido, seguem dicas práticas que vão te ajudar a tomar coragem e encarar seu chefe para pedir um bom aumento. Confira:

1) Antes de conversar com seu chefe, prepare-se ao máximo para essa situação. Pense bastante no que vai dizer e tenha argumentos sólidos que comprovam que o seu pedido é justo e merecido, e se possível, apresente dados ou situações que demonstram a sua importância para o time.

2) Seja equilibrado em todos os aspectos. Não altere seu tom de voz em nenhum momento e converse normalmente, sem movimentações bruscas ou que possam ser consideradas como afronta (apontar o dedo, por exemplo).

3) Não use argumentos emocionais relacionados à sua vida pessoal, como por exemplo, “estou com dificuldades financeiras”. A argumentação deve ser focada em seu rendimento no trabalho/produtividade.

4) Observar o contexto à sua volta, é essencial. Você precisa demonstrar bom senso, ou seja, se a empresa em que você trabalha estiver passando por uma crise, não peça aumento nesse momento ruim. Espere as coisas melhorarem.

5) Comparar-se com o colega de trabalho para pedir aumento, é, na maioria das vezes, uma ideia bastante ruim, e que não é bem vista pelos empregadores ou chefes.

6) Seja flexível! Não ache que só a sua proposta é a que vale. Muitas vezes, as empresas não conseguem atender o que você está pedindo, mas lhe passam uma contraproposta que pode ser interessante, a médio e longo prazo.

7) Se você recebeu uma proposta de outra empresa, trate essa situação com parcimônia, e não use esse argumento como instrumento para fazer chantagem ou leilão pelo aumento salarial.

8) Conheça as regras da empresa, antes de pedir essa conversa. É importante conhecer por exemplo, qual a política salarial, quem bate o martelo sobre esse aumento, e o quanto o tempo de casa influencia nessa questão.

Bom, agora que você já tem essas informações importantes em mãos, é fundamental pensar se já chegou a hora de você pedir aumento. Se a resposta for sim, BOA SORTE!!!