23 outubro 2014

23 outubro 2014

Aluno é indicado para Academia de Letras de Goiás

Um apaixonado pela escrita, leitura e poesia. Essa, certamente é uma definição que cabe muito bem ao escritor, professor de libras e gerente financeiro Carlos Máximo, aluno de Pedagogia da Anhanguera de Taguatinga (DF). Autor dos livros Retratos d’alma (Editora Descubra); Liberdade Sem Sombras (Editora Descubra) e Além de mim, Os Sonetos (Editora Kelps), nosso aluno foi convidado a fazer parte da Academia de Letras de Goiás (ALG), como acadêmico correspondente. 

“Ser um acadêmico correspondente de qualquer instituição literária é muito bom para o autor, pois temos nosso trabalho divulgado entre outros já renomados e nossa obra é compartilhada com vários críticos literários do segmento”, afirma Carlos. Segundo ele, o papel principal do acadêmico correspondente é divulgar a literatura de seu Estado tendo o compromisso de sempre representar a ALG em eventos dos gêneros. “O acadêmico da AGL é um grande semeador de palavras, no meu caso a poesia, que é o meu gênero predominante”.

Veterano. Essa não é a primeira vez que Carlos recebe prêmios na área. Ele já foi agraciado com cinco menções, sendo a mais recente a de Destaque Poético 2013, evento realizado em Fortaleza (CE). O gosto do aluno pela escrita vem da infância e foi aprimorado ao longo dos anos com os estudos. 

Apesar da afinidade com a escrita e da vontade de seguir carreira na área, o estudante trabalha há 10 anos em uma empresa da área financeira, atualmente como gerente de crédito, e ainda atua como professor de libras no projeto Falando com as Mãos, para alunos da rede pública de ensino.