14 agosto 2014

14 agosto 2014

Seja o profissional que o mercado procura!

Que o mercado de trabalho está cada vez mais exigente, isso todos já sabem! E, que faltam candidatos bem preparados para ocupar boas oportunidades, você também já deve ter ouvido falar. Bom, fato é que há cada vez mais exigências, e em decorrência disso, existe uma lacuna de contratações que muitas vezes não são feitas, porque falta qualificação. Então, como resolver essa equação?

Tempos modernos. Os tempos mudaram e os profissionais também. Assim, o X da questão é desvendar o que procuram as empresas. É importante dizer, em primeiro lugar, que a formação profissional e a técnica continuam absolutamente indispensáveis. Elas são o primeiro passo em qualquer seleção. Quer a prova? Uma pesquisa recente mostrou que cerca de 30% das vagas divulgadas pelas empresas para cargos executivos exigiam um curso de pós-graduação, ou seja, qualificar-se é a chave de tudo.

Profissional de (do) futuro
A hora de investir em seu perfil profissional é agora! E as características mais desejáveis (as que você deve trabalhar) incluem versatilidade, investimento em aprendizado contínuo, visão sistêmica e habilidades de comunicação.

O profissional versátil é capaz de adquirir rapidamente conhecimentos em diferentes áreas de atuação e assim pode assumir diversas tarefas simultaneamente. Aqueles que buscam aprender sempre, com novos cursos e especializações também estão no foco das empresas, que sabem que poderão contar com projetos atuais e inovadores destes funcionários.

A visão sistêmica permite que o profissional enxergue a empresa muito além de sua área e pense “fora da caixa”. Já a habilidade de comunicação engloba o relacionamento interpessoal e a capacidade de negociar. E, acredite, ter boas relações com colegas de trabalho, clientes e executivos de outras empresas é fundamental, e isso é construído com uma boa comunicação.

Neste contexto que tipo de profissional você é e qual deseja ser: desejável ou imprescindível?

* Artigo escrito pelo professor Pedro Regazzo, especialista nos temas empregabilidade e formação profissional.