14 março 2019

14 março 2019

A criatividade em todas as coisas

Estimular a criatividade é algo necessário em todos os aspectos da sua vida. Seja no trabalho, na faculdade, em questões pessoais ou em situações inesperadas, estar preparado para superar os desafios de uma maneira inteligente pode te salvar de muitos problemas.

E a criatividade - não um dom, mas a habilidade humana de inventar - pode ser despertada e praticada, sendo uma capacidade em constante desenvolvimento. Confira dicas para estimular sua mente.


Mantenha sua mente constantemente estimulada


Por mais corrida que seja a rotina, fazer algo diferente é necessário para manter a criatividade. Qualquer pequena mudança no cotidiano pode trazer um novo referencial, uma nova perspectiva. Fazer as tarefas do mesmo jeito sempre te impede de reinventar.

Encare tudo como referência



Uma exposição de arte, reler seu livro favorito, ouvir uma playlist diferente: tudo o que você faz pode ser base para novas ideias. Esteja aberto a todas as experiências e faça o exercício de criar algo baseado nelas.

Foque, mas saiba o momento de voltar sua mente para outro lugar


Depois de se atentar ao redor e absorver o máximo de informações possíveis é importante deixar o pensamento solto. As melhores ideias podem surgir desse momento!

Não se contente com a primeira ideia


Por mais maravilhosa que ela pareça, force um pouco mais sua criatividade. Descubra por quais caminhos sua ideia pode te levar e tantas outras soluções que podem ser exploradas.

Se permita aprender


Reinventar não é fácil e o caminho para as melhores ideias é construído sobre *muitas* ruins. Analise e aprenda com seus erros, eles são oportunidades de ser melhor. Não cobrar perfeição é fundamental para o bom andamento do trabalho.

Quando estiver confortável com suas ideias, compartilhe


Alguém com a visão de fora pode te ajudar a encarar a situação de outro jeito. Converse com pessoas de diferentes contextos e ouça o que elas dizem, até as críticas são bem-vindas!


Qual é seu processo para sair de bloqueios criativos? Conta pra gente! :)

Leia Mais >>

07 março 2019

07 março 2019

A criatividade em todas as coisas

Estimular a criatividade é algo necessário em todos os aspectos da sua vida. Seja no trabalho, na faculdade, em questões pessoais ou em situações inesperadas, estar preparado para superar os desafios de uma maneira inteligente pode te salvar de muitos problemas.
E a criatividade - não um dom, mas a habilidade humana de inventar - pode ser despertada e praticada, sendo uma capacidade em constante desenvolvimento. Confira dicas para estimular sua mente.



1. Mantenha sua mente constantemente estimulada

Por mais corrida que seja a rotina, fazer algo diferente é necessário para manter a criatividade. Qualquer pequena mudança no cotidiano pode trazer um novo referencial, uma nova perspectiva. Fazer as tarefas do mesmo jeito sempre te impede de reinventar.

2. Encare tudo como referência


Uma exposição de arte, reler seu livro favorito, ouvir uma playlist diferente: tudo o que você faz pode ser base para novas ideias. Esteja aberto a todas as experiências e faça o exercício de criar algo baseado nelas.

3. Foque, mas saiba o momento de voltar sua mente para outro lugar

Depois de se atentar ao redor e absorver o máximo de informações possíveis é importante deixar o pensamento solto. As melhores ideias podem surgir desse momento!

4. Não se contente com a primeira ideia

Por mais maravilhosa que ela pareça, force um pouco mais sua criatividade. Descubra por quais caminhos sua ideia pode te levar e tantas outras soluções que podem ser exploradas.

5. Se permita aprender

Reinventar não é fácil e o caminho para as melhores ideias é construído sobre *muitas* ruins. Analise e aprenda com seus erros, eles são oportunidades de ser melhor. Não cobrar perfeição é fundamental para o bom andamento do trabalho.

6. Quando estiver confortável com suas ideias, compartilhe

Alguém com a visão de fora pode te ajudar a encarar a situação de outro jeito. Converse com pessoas de diferentes contextos e ouça o que elas dizem, até as críticas são bem-vindas!



Qual é seu processo para sair de bloqueios criativos? Conta pra gente! :)
Leia Mais >>

20 fevereiro 2019

20 fevereiro 2019

Como economizar dinheiro em época de universidade

O período de faculdade é universalmente reconhecido por ser uma fase de muita energia e pouco dinheiro. Nesse momento, é comum não saber bem como controlar os gastos corretamente e acabar se atrapalhando. Se esse é seu caso, não se preocupe! Separamos algumas dicas para te ajudar a começar o semestre com mais organização.


Conheça suas despesas fixas
Seja sincero com você e delimite quais são os gastos essenciais do mês. Assim, dá para acompanhar onde o dinheiro está indo e conhecer exatamente quais são as despesas variáveis.



Tenha cuidado com sua conta bancária
Muitos boletos, fatura de cartão, contas para pagar. Ufa! Não se desespere. Anote as datas de vencimento em um calendário e acompanhe diariamente. Afinal, é fundamental não perder os prazos quando o assunto é dinheiro. Para facilitar e ajudar a controlar os gastos, prefira sempre comprar no débito ou em dinheiro vivo, o cartão de crédito deve ser usado apenas para emergências, uma vez que é bem mais fácil perder o controle quando a conta não vem na hora.


Economize em tudo que puder
Comprar livros de segunda mão, criar um grupo de estudos para compartilhar textos, frequentar a biblioteca e levar lanches de casa podem fazer toda a diferença no fim do mês.


Escolha bem seus gastos
Pode ser muito tentador comprar ingressos para todos os shows e festas... mas, ao fim do mês, esse talvez seja um dinheiro que poderia ter sido economizado. Por isso, reflita bastante antes de comprar algo e veja se aquilo é realmente necessário. Tudo bem comprar algo para você ou sair para se divertir de vez em quando, o problema é quando esse hábito se torna um custo muito alto.


Mantenha uma reserva para emergências
A gente nunca sabe o que pode acontecer! E, por isso, é importante sempre ter algum dinheiro guardado. Assim, se algum imprevisto ocorrer nas finanças, a conta do mês não vai estourar.


Prefira comprar em supermercados
Comer na rua pode trazer uma grande quantidade de gastos e também não é a opção mais saudável, né? Por isso, sempre que puder, prefira cozinhar. Criar o hábito de fazer sua própria comida é uma maneira ótima de autocuidado.

Leia Mais >>

11 fevereiro 2019

11 fevereiro 2019

O fim da zona de conforto

Decisivo não só para a formação acadêmica, o período de faculdade tem muito impacto no desenvolvimento pessoal e profissional. Como um ambiente de vivência, a universidade permite o contato com diversas pessoas, opiniões, atividades e perspectivas - e isso é muito bom para se desafiar cada vez mais e aumentar seu repertório!

Independente de ser calouro ou veterano, aproveite as nossas dicas para sair da zona de conforto e atingir novos objetivos no próximo semestre:


1. Abrace novos projetos
Quando você estipula prazos e tarefas, a produtividade aumenta. Por isso, evite ao máximo a procrastinação e otimize seu tempo. Você pode fazer mais em menos tempo se ignorar as distrações. Assim, abre espaço para o autoconhecimento e aprende o que realmente é capaz de fazer, pois o processo de erro e acerto ajuda o aprimoramento.


2. Resista ao medo de tentar o novo
Aprender coisas novas não acontece de uma hora para outra! Respeite seu tempo e insista nas tarefas. Não deixar que a insegurança se torne um obstáculo é essencial para alcançar os resultados almejados.


3. Não se prenda a condições
A frase “eu vou começar depois 19h”, por exemplo, é uma maneira de se enganar. Não há momento melhor que o agora para iniciar! Confie em suas decisões e atitudes e comprometa-se.


4. Foque nos objetivos
Manter o resultado esperado em mente é uma boa forma de se motivar! Por mais louca que a rotina esteja, mostrar empenho agora é fundamental!


5. Planeje, mas também aprenda a improvisar
Manter um calendário te ajuda a cuidar da sua rotina detalhadamente e, assim, saber exatamente a quantidade de tempo que cada tarefa vai demandar, prevenindo imprevistos. Mas nem sempre as coisas acontecem do jeito que planejamos e, nessas horas, é importante ter jogo de cintura e manejar todas as informações. Você pode até se surpreender com o resultado!

Leia Mais >>

21 janeiro 2019

21 janeiro 2019

As horas complementares e sua importância

Para completar o aprendizado, é comum que as universidades tenham uma cota de horas complementares necessárias para que o estudante se forme. Elas servem para garantir que o aluno esteja em contato com diversas experiências, relacionadas ou não ao curso, e se desenvolva pessoal e profissionalmente.
Entregar os comprovantes dessas atividades pode ser bem tranquilo! Se organizar direitinho, essa pendência é resolvida sem problemas durante o curso. Aqui vão algumas dicas para agilizar esse processo:


1. Confira o que vale para seu curso

Muitas universidades aceitam ingressos de cinema, teatro, shows, palestras, cursos de curto, médio e longo prazo, grupos de estudo, participação em atléticas e mais diversas outras atividades de lazer ou não. Intere-se sobre a validade do que você tem feito e o que falta. Assim dá para organizar melhor seu tempo e procurar atividades que complementem as horas faltantes. É provável que uma parte dessas horas sejam destinadas a estágios, intercâmbios, pesquisas acadêmicas e iniciações científicas.


2. Verifique o prazo para entrega
Alguns cursos exigem que as horas sejam entregues semestralmente, outros ao final do período letivo, outros ainda aceitam após alguns anos da formação. Checar essas datas pode impedir problemas mais para frente.


3. Participe dos eventos da faculdade
O campus de uma universidade é repleto de experiências e atividades. Mesmo que seu curso não tenha nenhum evento próximo, com certeza outros estão acontecendo. Isso também vale para aulas extracurriculares e palestras.


4. Guarde comprovantes de tudo o que participar no período universitário
Ter uma pasta ou caixa com todos os certificados e ingressos é um modo para garantir a organização desses documentos tão importantes. Assim, você consegue ter uma noção de quais são as atividades necessárias faltantes e manter todas que já tem em um lugar de fácil acesso.


5. Cursos online

Fazer uma pesquisa sobre cursos online que se relacionem com sua área de atuação também é uma dica interessante: além da flexibilidade de horário, é possível desenvolver o aprendizado no seu ritmo.

Leia Mais >>