11 junho 2018

11 junho 2018

Os idiomas mais usados profissionalmente

O mercado de trabalho é gigantesco e ter alguns diferenciais nas mangas (e no currículo) pode colocar você em uma posição privilegiada na disputa de uma vaga. De uns anos para cá, o domínio de uma segunda língua, como o inglês, deixou de ser um diferencial para se tornar uma exigência. Foi pensando nisso que trouxemos dicas de outros idiomas que podem te trazer novas oportunidades nesse espaço.

Espanhol



O Espanhol é a segunda língua mais falada no mundo, só perdendo para o próprio inglês. Cerca de 500 milhões de pessoas falam o idioma (*), sem contar que existem 44 países onde ela é a língua oficial. Quer mais motivos? Ok! Nossos vizinhos argentinos estão entre os três principais destinos na nossa exportação e cerca de 25% do que vendemos é direcionado ao Mercosul.

Francês



Existem 29 países falando oficialmente o francês e são quase 365 milhões de pessoas pelo mundo inteiro dominando a língua(**). Quando o assunto é mercado mundial, a França é uma das principais potências no setor de produtos farmacêuticos, telecomunicações, aeronáutica e energia. Olha que sorte: o Brasil é o maior parceiro comercial deles aqui na América Latina, com mais de 500 empresas francesas estabelecidas diretamente em nosso solo, que empregam cerca de 250 mil pessoas.

Chinês



Em contraponto aos 4 países que oficializaram o chinês como língua nativa, são 1,4 bilhão de pessoas que falam o idioma pelos quatro cantos do mapa (***). Desde 2019, a China está em primeiro lugar na nossa lista de parceiros comerciais. Só em 2015, nosso comércio juntos movimentou cerca de US$ 66,3 bilhões! Além de nos fornecer produtos importados, eles também são o principal destino das exportações brasileiras.

Alemão 



Como língua materna mais utilizada em países europeus, o alemão é falado por aproximadamente 180 milhões de pessoas (****). A Alemanha é também o principal parceiro comercial que o Brasil tem dentro da Europa, e o quarto parceiro comercial comparado ao mundo inteiro. Somente no estado de São Paulo estão instaladas mais de 800 empresas alemãs com empregos diretos, sendo uma boa oportunidade principalmente para os engenheiros. Já imaginou trabalhar lá do outro lado do mundo?

Essas são algumas das línguas que podem fazer você sair na frente dentro do mercado de trabalho. A gente se vê por aí, estudante!

*http://culturaespanhola.com.br/blog/o-idioma-espanhol-e-o-segundo-mais-falado-no-mundo/ 

**https://www.suapesquisa.com/musicacultura/idiomas_mais_falados.htm 

***https://pt.wikipedia.org/wiki/L%C3%ADngua_chinesa 

****http://www.aprender-alemao.com/alemao.html
Leia Mais >>

18 maio 2018

18 maio 2018

Como fazer um TCC nota 10

Para o estudante conquistar a tão esperada formação, muitos precisam passar por um último desafio na vida acadêmica. Ao mesmo tempo que o TCC pode ser um trabalho memorável para o aluno, ele pode causar ansiedade em muitas pessoas que o fazem. A melhor forma de evitar imprevistos é seguir algumas das dicas que trouxemos aqui!

Escolha um tema que você goste



Na hora de escolher o assunto, a afinidade com ele é um fator importante para a decisão. Busque um tema que vai deixá-lo animado do desenvolvimento até o fim do trabalho. Só tome cuidado com os temas muito exagerados ou inatingíveis, isso pode te prejudicar na hora de planejar seu tempo de produção.

Monte seu cronograma



O tempo para a realização do trabalho está em suas mãos. Separe, mensalmente, prazos e tarefas que precisam ser feitas para que você consiga concluir todo o TCC com uma certa folga do dia da entrega, caso precise reajustar algo de última hora. Atente-se ao seu planejamento: não fuja dele! 

Fontes seguras, TCC verídico



Um bom trabalho de conclusão necessita de um embasamento sólido, por isso, busque o máximo de dados sobre o tema abordado. Vá atrás das informações não só dentro como fora de internet, sempre checando a veracidade das fontes. O importante é ir fundo!

Nunca plagie!



Não se deixe cair na tentação da cópia. Apesar de parecer óbvio, muitos estudantes acabam copiando trechos de trabalhos prontos, o que põe em risco todo o seu projeto. Muito diferente disso, a citação é algo comum dentro do TCC, quando você pega uma fala de uma pessoa ou trecho de algum artigo e menciona a fonte onde aquilo foi pego. Fique de olho também nas regras da ABNT!

Agora já pode parar de arrancar os cabelos e com tranquilidade: com essas dicas, a nota dez pode estar cada vez mais próxima!
Leia Mais >>

15 maio 2018

15 maio 2018

Técnicas simples para o estudo render mais

São nas semanas mais intensas de provas e seminários que começamos a nos perguntar: como podemos organizar melhor o conteúdo para que o estudo flua com facilidade? Como podemos nos certificar de que tudo ficará armazenado na cabeça? Bem, vamos dar dicas para que você encare suas limitações e possa render melhor.

Encare o bruto logo de primeira



Quando há um acúmulo grande na matéria, nós sabemos o que isso significa: muitas horas de estudo. Começar pela parte mais temida do conteúdo pode ser uma boa estratégia, eliminando o que é mais cansativo logo de cara! Daí, é só entrar no embalo e facilitar todas as tarefas que seguirem!

Dê uma recompensa para você mesmo



Estipule metas e, ao atingi-las, dê a você mesmo um presente. Por exemplo, terminou de estudar todo o conteúdo daquela matéria maçante, mas que é muito importante para a prova? “Ganhe” um vale descanso com algumas horas, ou se permita assistir um episódio daquela série que você acompanha. Um chocolatinho, talvez?

Vídeos nos momentos livres



Você pode encontrar vídeos na internet relacionados à matéria que você está estudando. Se depois de alguns dias estudando você ainda tiver dúvidas, dá para ouvir o áudio do vídeo no carro ou assistir as aulas filmadas enquanto faz o jantar. Todo momento livre pode ser um momento de estudo!

Organize antes de começar



Os mínimos detalhes são cruciais para que o estudo renda bem. Deixar o material já próximo e estabelecer um tempo dedicado para cada conteúdo são ações fundamentais antes de enfiar a cara nos livros. Dessa forma, você consegue dar fluidez para o estudo sem interrupções desnecessárias.

Têm técnicas para testar o ano inteiro! Mas, como você pode ver, resolvemos listar essas quatro para que você consiga dar o primeiro passo na direção de um maior rendimento. Depois disso, só há uma pessoa que pode manter um ritmo intenso de estudos e dedicação. ;)
Leia Mais >>

14 maio 2018

14 maio 2018

Como melhorar a memória e o raciocínio?

Com tanta matéria dentro da sala de aula e tanto conteúdo distinto todos os dias, é necessário que os estudantes tenham uma "memória de elefante", não é? Hoje, vamos mostrar que sua mente não precisa ser "animal" para reter o máximo de informações possíveis em pouco tempo. Sem outros truques, aí vão as dicas:

Coma quantos livros conseguir



Ler é fundamental para um bom aprendizado, mas você sabe o porquê? Além de ser uma prática gostosa, a leitura estimula o raciocínio e sua imaginação. Você não apenas se transporta para um novo universo como também aprende de forma sutil novas palavras. Essa prática fortalece a memória, que começa a ficar mais apta a absorver quantidades altas de conteúdo.

Tenha uma boa noite de sono



Muitas vezes, estudar por horas sem descanso parece ser a única alternativa. Calma lá: sem virar noites com a cara afundada nos livros! Uma noite bem dormida é revigorante e essencial para sua saúde física e mental. Durante o sono, seu cérebro regenera as células e remove toxinas acumuladas no organismo, tendo um tempo maior para se preparar para uma nova carga de conhecimento.

Faça algo diferente



São nas situações mais inusitadas que você consegue estimular a produção de novas conexões neurais, melhorando o raciocínio lógico. Inove, pegue aquele caminho diferente para casa ou tente aprender uma nova língua. Isso fará você aumentar sua capacidade cognitiva e treinar o cérebro para armazenar ainda mais.

Memorize informações simples



Desde que o celular trouxe todas as informações para a palma de sua mão, nada mais precisa ser memorizado como antigamente. Exercícios para a memória, como gravar nomes de ruas ou decorar os números que você liga com maior frequência, fazem com que o seu cérebro trabalhe mais. Obviamente você não precisa abandonar seu celular de uma vez por todas, mas essas simples informações podem exercitar seu cérebro.

Relembre o seu dia



O que você almoçou? Qual é a cor daquele carro lindo que estava estacionado? Isso são coisas que acabamos sobrepondo em nossas cabeças pelo fato de diariamente absorvermos inúmeras informações. Sente no final do dia e tente relembrar o máximo de ações que fez durante o dia. Assim, você treina seu cérebro para concretizar melhor informações e melhora o armazenamento de dados novos e antigos.

Essas foram algumas das dicas que conseguimos lembrar. :P Que tal testar a dica que você mais gostou? Até a próxima!
Leia Mais >>

27 abril 2018

27 abril 2018

Quais hábitos podem atrapalhar seus estudos?

Quando o assunto é estudar, as pessoas criam os mais diversos hábitos para garantir que absorvam o conteúdo e recebam o tão esperado dez. Porém, algumas dessas práticas podem atrapalhar mais do que ajudar na fixação da matéria desejada. Confira abaixo qual tática de estudo pode ser prejudicial para você e melhore seu método de estudo.

Pesquisar na internet



Uma das grandes vantagens de hoje em dia é a existência da internet. Conseguimos manter contato com amigos de infância, assistir episódios de sua série favorita e ver notícias sobre o mundo inteiro, mas essa distração pode ser perigosa para a hora do estudo. Você começa pesquisando sobre o conteúdo da prova, mas acaba vendo um vídeo, uma receita de bolo ou um teste de personalidade. Deixe o celular e o computador de lado, estude com suas anotações e, caso apareça alguma dúvida, anote e procure mais tarde.

Exagerar no marca-texto



Na hora de ler estamos acostumados a utilizar as canetas marca-texto para destacar o que há de importante dentro do que está escrito, mas cometemos um grande erro em sublinhar frases e palavras em excesso. Isso não é eficiente, tendo em mente que utilizamos ela para separar o necessário. Ao invés disso, você pode usar a técnica de marcar apenas as palavras importantes do parágrafo ou escolher um número de linhas por parágrafo que poderão ser grifadas.

Reescrever inúmeras vezes



Alguns estudantes acreditam que reescrevendo continuamente suas anotações irão absorver melhor o conteúdo estudado. Entretanto, isso pode não ser tão efetivo como parece, pois você só estará reproduzindo um texto, como um ditado, diversas vezes. Melhor que isso é compartilhar suas anotações, por exemplo, com algum colega e tentar explicar o conteúdo lido, facilitando na memorização.

Decorar para as provas



Você pode achar que memorizar as fórmulas ou descrições garante um bom desempenho na sua prova, mas está enganado. É importante se certificar de que os conteúdos que você decorar são os mais importantes dentro do assunto, como a base de um raciocínio, para que não preencha a sua cabeça com matéria descartável e de pouca relevância.

Se você se identificou com uma ou mais situação, ainda há tempo de perder esse hábito e buscar novas formas de manter a matéria fresca em sua cabeça para as provas. Até a próxima, e não esquece de estudar, tá bom?
Leia Mais >>